Grego Procura Grega

R$9,75

1 em estoque

Descrição

Autor: Friedrich Dürrenmatt (1921-1990)
Editora: Círculo do Livro (São Paulo)
Estante: Literatura Estrangeira
Ano: 1986
Dimensões: 21 cm x 13 cm x 1 cm
Encadernação: Capa dura.
Orelhas: Não. Originalmente sem orelhas.
Idioma: Português
Traduções: Lya Luft (“Grego Procura Grega”) e Stella Altenbernd (“A Pane”)
ISBN: Não informado.
Páginas: 176 p.
Peso: 360 (gr)
Estado: Muito bom estado.
Estoque: 1
Cadastrado em: 29.06.2017
Observação: Contém duas novelas: “Grego Procura Grega” e “A Pane”.

Mais detalhes: Livro em muito bom estado. Apresenta manchas amareladas no alto da parte interna da capa, na falsa folha de rosto e na folha de rosto. Depois essas manchas somem. Tanto as laterais quanto as páginas internas estão claras, com pouquíssimos pontos de oxidação, predominando um tênue amarelamento uniforme. Sem dedicatórias, sem nomes manuscritos, sem riscos, sem sublinhados, sem carimbos, sem marcas de fita adesiva, sem furos, sem rasgos, sem manchas de umidade. Capa bem presa, em ótimo estado. // Na verdade, o livro contém duas novelas: “Grego Procura Grega” e “A Pane”. As duas são grandes narrativas em que o autor conduz as histórias no limite extremo entre o real e o imaginário. Tanto os acontecimentos, os ambientes, quanto os personagens causam ao leitor profunda estranheza. Isso provoca uma tendência ao distanciamento brechtiano e um imediato convite à reflexão crítica. O suíço Dürrenmatt é considerado um dos maiores dramaturgos em língua alemã, identificando-se com o teatro do absurdo. Muitas das passagens dessas duas histórias, principalmente em “Grego Procura Grega”, recordam também Kafka. Porém, há uma total singularidade na escrita de Dürrenmatt, que consiste realmente em transformar em trágico o que há pouco parecia apenas cômico e vice-versa. Seus personagens e situações não são apenas alegóricos, como às vezes acontece em obras do gênero. Possuem impressionante concretude, consistência e alto grau de dramaticidade. Para isso colabora também a refinada linguagem poética empregada pelo autor. Dürrenmatt, conforme se evidencia em “Grego Procura Grega”, não acredita que o homem encontre a solução positiva pelos sistemas políticos, o que faz com que sua narrativa seja pontuada de sarcasmo e certo desencanto. Crê, no entanto, profundamente na força transformadora do amor, como única forma de dar sentido ao absurdo em que consiste a existência. Afirma, pois, o amor, embora sabendo que apenas poucos conseguem verdadeiramente experimentá-lo e que essa força muitas vezes está justamente nas pessoas e situações onde menos parece evidenciar-se. Disso trata, sobretudo, Grego Procura Grega, de variadas formas, inclusive na breve reflexão da personagem Cloé, ao final do livro. Por sua vez,  “A Pane” é uma novela curta escrita para o rádio. Possui uma riqueza simbólica e uma dramaticidade ímpares. Embora não seja uma peça teatral, é fácil adaptar seu texto para uma representação no palco, o que já foi realizado certa vez em São Paulo. Gostaria de ter visto. “A Pane” é simplesmente uma das melhores histórias curtas que já li. Um texto marcante, de teor inesquecível. (Ricardo Alfaya)

Frete: O envio será feito com seguro de remessa. Para saber o valor do frete, clique em “adicionar ao carrinho”, junto à imagem do produto, e, logo após, em “ver carrinho”.  Na página que abrirá, acione “calcular entrega” e siga as instruções.  As formas de remessa com seus respectivos valores aparecerão.  Importante: pode-se realizar essa operação apenas para consulta.

Informação adicional

Peso 360 g
Dimensões 21 x 13 x 1 cm
Autor

Friedrich Dürrenmatt

Idioma

Português

Estado do produto

Usado

Tipo de encardenação

Capa dura

Editora

Círculo do Livro (São Paulo)

Ano

1986

Páginas

176

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Grego Procura Grega”