O Castelo do Homem sem Alma (A Família Brodie)

R$35,85

1 em estoque

Descrição

Título: O Castelo do Homem sem Alma (A Família Brodie)
Autor: A. J. Cronin (1896-1981)
Estante: Literatura Estrangeira (romance)
Editora: Record (Rio de Janeiro)
Ano da edição: 1980 (ano provável).  O livro veio sem data de lançamento.  Porém, pesquisando na internet, considerando a edição da obra (16ª) e rememorando a época em que o adquiri, concluí que seria do ano de 1980.
Número da edição: 16 ed.
Dimensões: 21 cm x 14 cm x 2 cm
Encadernação: Brochura
Orelhas: Sim.  Nas duas, resenha da obra pela editora.
Idioma: Português
Tradução: Rachel de Queiroz
Páginas:  446 p.
Peso:  622 g.
ISBN: Não informado.
Estoque: um exemplar
Estado do volume: Usado, em muito bom estado (fui o único dono).
Cadastrado em: 23.01.2018

Mais detalhes: Livro usado, em muito bom estado (fui o único dono).  Capa e lombada bem presas. Sem dedicatória, sem nomes anotados, sem carimbos, sem riscos, sem sublinhados, sem marcações, sem furos, sem manchas de umidade; páginas e laterais claras, leve e uniformemente amareladas, sem danos.  Apenas uma mínima mancha de oxidação na lateral superior. // “O Castelo do Homem sem Alma”, foi classificado pela editora como novela, conceito literário que nada tem a ver com o estilo das novelas radiofônicas ou de televisão.  Mas, até pelo elevado número de páginas quanto pelo tanto que se aprofunda na análise psicológica dos personagens, o termo “romance” entendo que corresponde melhor a uma classificação do volume.  Li essa obra há muitos anos, causou-me profunda impressão e, sem dúvida, colaborou para a formação de uma convicção antiautoritária em minha personalidade.  Pois, embora existam outras riquezas literárias na narrativa, o livro, antes de tudo, é uma crítica à violência fundamentada no autoritarismo.  A história se passa numa cidade inglesa do século XIX, constituindo-se numa extraordinária crítica de costumes. Nela se revelam os extremos a que podem conduzir a prática do sistema patriarcal, com os mandos e desmandos de um obsessivo chefe de família retrógrado, conservador e intolerante.  Exibe ainda, sem qualquer receio, o clima de opressão e humilhação dos que vivem sob seu jugo.  Sendo médico por profissão, Cronin une o dom literário ao espírito científico, ou seja, à paciência e ao gosto pela análise dos fatos. Constrói, dessa forma, personagens incrivelmente consistentes e uma trama que prende o leitor do início ao fim, fato de que posso dar testemunho pessoal e também referir à opinião unânime de várias leitoras atuais que deixaram opiniões sobre o livro em sites literários da internet.  Aliás, notável a sintonia das leitoras com essa obra, traduzida por Rachel de Queiroz, em que, de fato, as mulheres desempenham notáveis e destacados papéis de resistência, num prenúncio dos novos tempos que viriam.  Por fim, claro, sempre é possível ver, na figura tirânica do personagem central, metáforas de uma sociedade opressora e de um Estado cruel e esmagador. (Ricardo Alfaya)

Frete: O envio será feito com seguro de remessa. Para saber o valor do frete, clique em “adicionar ao carrinho”, junto à imagem do produto, e, logo após, em “ver carrinho”.  Na página que abrirá, acione “calcular entrega” e siga as instruções.  As formas de remessa com seus respectivos valores aparecerão.  Importante: pode-se realizar essa operação apenas para consulta.

Informação adicional

Peso 622 g
Dimensões 21 x 14 x 2 cm
Autor

A. J. Cronin

Idioma

Português

Estado do produto

Usado

Tipo de encardenação

Brochura

Editora

Record (Rio de Janeiro)

Ano

1980

Páginas

446

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O Castelo do Homem sem Alma (A Família Brodie)”