Ref.: JYUG592Q9 | Disponibilidade: 1 dia útil

Antropologia, livro: Tabu do Corpo, J C Rodrigues

R$ 12,50
Descrição do produto

Título: Tabu do Corpo

Autor: José Carlos Rodrigues

Peso com a embalagem: 292 g

Categoria: Ciências Humanas (Antropologia)

Editora: Achiamé (Rio de Janeiro). Volume 2 da coleção Universidade.

Número da edição: 3 ed.

Ano da Edição: 1983

Dimensões: 21 cm x 14 cm x 1 cm

Encadernação: Brochura

Orelhas: Sim.

Idioma original: Português

Páginas: 176 p.

ISBN e Código de barras: Não informados.

Estoque: Um exemplar

Cadastrado em: 02.01.24

Estado de conservação: Usado, entre bom e regular estado. Capa e quarta capa escurecidas, junto à lombada. Laterais sem marcas ocres. Páginas amareladas, uniformemente. Capa puída na parte inferior, perto da lombada. Ínfima marca de corte na capa, na altura da lombada. Esse corte, fechado, restaurado com cola, aparece discretamente nas fotos (junto à expressão colorida 3ª edição ). Microamassado na ponta direita, da parte debaixo do livro (apenas na capa e nas páginas iniciais). Sem sublinhados, sem anotações, sem nomes escritos, sem dedicatória, sem furos, sem marcas de fita adesiva, sem manchas de umidade. Bem encadernado.


Mais informações:


Trata-se de um desses livros que modificam o modo de perceber as coisas, que ampliam a visão de mundo do leitor. Compreender que o corpo humano é menos um objeto natural do que social, prenhe de simbologia, é um aspecto essencial para o conhecimento de si mesmo. Revelação profunda é entender que, mesmo quando nus, os corpos transmitem significados, relativos à origem e ao status social.


No livro se estuda também a questão do nojo, dos rituais relativos ao corpo após a morte física. Analisam-se os aspectos escatológicos, bem como, a questão do sagrado e do profano do corpo.


O livro mostra que há um tabu, um não dito a respeito do assunto. Que a sociedade, ao apropriar-se dos corpos, transforma-os em espelhos, em que ela própria neles se reflete.


Por fim, ler os corpos, entender a mensagem que conduzem. A leitura desse estudo é fundamental para o autoconhecimento.


E este livro foi o primeiro, em língua portuguesa, a debruçar-se sobre a questão do significado social do corpo. Escrito originalmente em 1979, na forma de dissertação de mestrado do autor, na área de Antropologia, obteve desde então inúmeras edições. A que ofereço é a terceira.


Quanto ao editor, Robson Achiamé (1943-2014) foi um idealista que, durante três décadas, lançou obras críticas de teor libertário. (R. A.)


SOBRE O FRETE: Caso deseje comprar duas ou mais obras, com títulos distintos, consulte a página Dois ou mais títulos? Veja como economizar no frete. A entrada está no rodapé do site.


IMPORTANTE: Adquirir produtos ou serviços no Alfaya Livreiro significa estar de acordo com os nossos Termos de Uso. Assim, é altamente recomendável a leitura das condições ali dispostas. Para isso, basta clicar no respectivo título, no rodapé desta página.

Receba novidades e promoções!