Ref.: QZYZ8AHMP | Disponibilidade: 1 dia útil

Comunicação, livro: Muniz Sodré. Monopólio da Fala

R$ 11,00
Descrição do produto

Título: O Monopólio da Fala: função e linguagem da televisão no Brasil

Autor: Muniz Sodré

Peso com a embalagem: 260 g.

Editora: Vozes (Petrópolis-RJ)

Categoria: Comunicação Social

Ano: 1977

Dimensões: 20 cm x 12 cm x 1 cm

Encadernação: Brochura

Orelhas: Não. Originalmente sem orelhas.

Idioma original: Português

ISBN e Código de Barras: Não informados.

Páginas: 156 p.

Estoque: Um exemplar.

Cadastrado em: 02.01.24

Estado de conservação: Usado, regular. Sem dedicatória, sem nomes manuscritos, sem riscos, sem sublinhados, sem carimbos, sem marcas de fita adesiva, sem furos, sem rasgos e sem sinais de umidade. Laterais claras, apenas a superior com sinais de algum amarelamento. Páginas apenas levemente amareladas. Foi necessário aplicar uma restauração à lombada (ver fotos). Capa e contracapa com alguns escurecimentos (manuseio e decorrer do tempo). O volume apresenta desgastes. A frente da folha de rosto foi colada, a título de restauração, contra o verso da capa, o que lhe deu maior firmeza. A página de colofão (última, com dados da edição da obra) também está parcialmente colada no verso da quarta capa. Apesar do aqui descrito, o exemplar permite leitura confortável.


Mais informações:


O canadense Marshall McLuhan (1911-1980) considerava a televisão um fenômeno quase isolado, uma tecnologia que rompia com todos os padrões de mídia até então conhecidos. Ao contrário, Muniz Sodré, embora reconheça a especificidade dessa mídia, entende que a televisão faz parte de um sistema de comunicação social autoritário e discriminador, há muito estabelecido, e que consiste mesmo no coroamento desse sistema. Nele, a tevê adquiriu um poder de monopólio da fala, bem como de formação e de reforço das consciências, procurando conduzi-las ao conformismo e à prática de atitudes que interessem às elites políticas e econômicas, das quais fazem parte aqueles que recebem do Estado a concessão para utilização dos canais de tevê.


Por outro lado, não há dúvida também de que, com o advento da internet, das redes sociais e de canais de TV alternativos, houve uma mudança no cenário em relação à época em que o livro de Sodré foi lançado (1977). A chamada grande mídia sofreu um abalo, um impacto do qual ainda não se recuperou inteiramente.


No entanto, a atualidade da análise de Muniz Sodré se evidencia na história recente do país, em que a grande mídia, em particular a televisão, agiu uníssona para promover a derrubada de uma presidente legitimamente eleita, colaborando posteriormente para a eleição de um presidente de extrema direita. Por sinal, elegendo um homem caricato, bem no estilo dos personagens descritos por Muniz Sodré em outro de seus livros: A Comunicação do Grotesco .


Não há também como negar a influência da tevê no constante crescimento do evangelismo no Brasil. Sobretudo, na chamada TV aberta, justamente aquela que serve à maior parte da população, a quantidade de canais doutrinadores constitui verdadeiro absurdo. E, claro, todos esses canais religiosos visam, sobremaneira, angariar donativos financeiros.


Tudo isso evidencia que hoje a tevê, embora com maior dificuldade, ainda consegue manipular a mente de milhões de pessoas no Brasil. A ponto de fazê-las agir cegamente, contra seus próprios interesses e os de sua pátria. A leitura do livro de Muniz Sodré nos ajuda muito a entender esse fenômeno.


Muniz Sodré é Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal da Bahia. Cursou mestrado, em Sociologia da Informação, na Sorbonne (Paris), tendo feito doutorado em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), instituição na qual se tornou professor de Comunicação Social. Publicou 30 livros, sobretudo, em sua especialidade. (R. A.)


SOBRE O FRETE: Caso deseje comprar duas ou mais obras, com títulos distintos, consulte a página Dois ou mais títulos? Veja como economizar no frete. A entrada está no rodapé do site.


IMPORTANTE: Adquirir produtos ou serviços no Alfaya Livreiro significa estar de acordo com os nossos Termos de Uso. Assim, é altamente recomendável a leitura das condições ali dispostas. Para isso, basta clicar no respectivo título, no rodapé desta página.


Receba novidades e promoções!