Educação e Sociedade, número 51: Revista de Ciência da Educação

R$25,15

1 em estoque

Categoria

Descrição

Título: Educação e Sociedade, número 51: Revista de Ciência da Educação
Autora (org.): Olga R. de Moraes von Simson (do Comitê de Redação, encarregada do “Editorial” de apresentação da obra).
Estante: Pedagogia.
Editora: Centro de Estudos de Educação e Sociedade (Cedes, da UNICAMP) e Papirus (Campinas-SP)
Ano da edição: 1995
Dimensões: 21 cm x 14 cm x 1 cm
Encadernação: Brochura
Orelhas: Não. Originalmente sem orelhas.
Idioma: Português (nota: existe um único artigo em espanhol, sem tradução; os demais, em português – ver “Mais detalhes”.)
Páginas: 193 p.
Peso: 346 g.
ISBN: Não informado.
Estoque: um exemplar
Estado do volume: Usado, em bom estado (ver “mais detalhes”).
Cadastrado em: 24.01.2018

Mais detalhes: Livro usado, em bom estado. Revista em forma de livro. Na folha de rosto, consta uma discreta data e assinatura, feita com caneta esferográfica azul. Nessa mesma página, na parte superior, há um carimbo de livraria. O volume, completo, possui 193 páginas, que, no entanto, são numeradas da 213 à 406; não encontrei uma explicação para esse modo de numerar, mas o exemplar está correto quanto ao número de páginas. Por sinal, dez, dessas 193 que compõem o volume, apresentam trechos sublinhados. Foram feitos a lápis e à mão livre, nas páginas 326, 327, 329, 330, 331, 332 e 333. Já nas páginas 398, 399 e 400, há trechos cuidadosamente sublinhados com tinta esferográfica azul, sendo que o leitor utilizou régua. A revista, em formato de livro, é composta de vários artigos e estudos sobre Pedagogia, escritos em português. Porém, um único foi publicado em espanhol, sem tradução: “El professor ideal”, de María Antonia García de León (esse ensaio vai da página 338 à 355). Páginas e laterais uniformemente amareladas, com apenas duas quase invisíveis marcas de oxidação na lateral frontal. Nenhum dos detalhes aqui registrados impede a leitura. No mais, sem dedicatória, sem furos, sem manchas de umidade, sem danos. Capa e lombada bem presas e firmes, em muito bom estado. Dimensões: 21 cm x 14 cm x 1 cm. Originalmente sem orelhas. Estoque: um exemplar. // O envio será feito com seguro de remessa. // Principais artigos: “Crescimento ou desenvolvimento: Problemas de uma ecologização da política de desenvolvimento” (Egon Becker). “Educação após Auschwitz – Uma problemática ultrapassada? Relações entre a teoria crítica e a pedagogia (Helmut Peukert). “Aridez e futilidade: Parábola acerca da mais-valia absoluta e da mais-valia relativa” (João Bernardo, autor português, em excelente artigo no qual compara as obras “1984”, de Orwell, e “Admirável Mundo Novo”, de Huxley). “Gilberto Freyre e os intelectuais na revolução-restauração burguesa no Brasil: Anotações de leitura e notas para uma pesquisa” (César Paiva). “Ética, educação e sistemas autorreguladores: Notas sobre o sujeito ético na economia de mercado mundializada” (Hugo Assmann). Análise da Prática Pedagógica: “Etnografia crítica de sala de aula: O professor pesquisador e o pesquisador professor em colaboração” (Carmen Lúcia Guimarães de Mattos). Debates: “A educação e as redes planetárias de comunicação” (Nelson Pretto). “Trabalho, educação e construtivismo: A redefinição da inteligência em tempos de mudanças tecnológicas” (Marília Gouveia de Miranda). “El professor ideal (La actividad docente a través del alumnado, los ‘mass media’ y las políticas educativas)”, apresentado em espanhol, sem tradução para o português, por María Antonia García de León. Jornal da Educação: “Novos rumos da LDB (Lei de Diretrizes e Bases): Dos processos e conteúdos” (Ivany Pino). “LDB: Outro olhar, outras palavras” (Maria Zélia Borba Rocha). A revista traz ainda duas resenhas: uma sobre o livro “A medicalização da raça: Médicos, educadores e discurso eugênico”, de Vera Regina Beltrão Marques, feita por Débora I. R. Kirschbaum. Aliás, impressionantes as informações passadas nessa resenha, mostrando a influência da medicina na escola, no início do século XX, veiculando uma ideologia preconceituosa e conservadora, cujos resultados até hoje se fazem sentir. Quanto à outra resenha, diz respeito ao livro “Sociologia da Educação – Reproduzir e transformar”, de Evaldo Vieira, feita por José W. Germano. (Ricardo Alfaya)

Frete: O envio será feito com seguro de remessa. Para saber o valor do frete, clique em “adicionar ao carrinho”, junto à imagem do produto, e, logo após, em “ver carrinho”.  Na página que abrirá, acione “calcular entrega” e siga as instruções.  As formas de remessa com seus respectivos valores aparecerão.  Importante: pode-se realizar essa operação apenas para consulta.

Informação adicional

Peso 346 g
Dimensões 21 x 14 x 1 cm
Autor

Olga R. de Moraes von Simson (do Comitê de Redação)

Idioma

Português

Estado do produto

Usado

Tipo de encardenação

Brochura

Editora

Centro de Estudos de Educação e Sociedade (Cedes, da UNICAMP) e Papirus (Campinas-SP)

Ano

1995

Páginas

87

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Educação e Sociedade, número 51: Revista de Ciência da Educação”